Numa intervenção relevante, Francisco Moita Flores volta a colocar o foco no caso dos emails.